Total de visualizações de página

sábado, 13 de maio de 2017


A responsabilidade não desaparece com o passar do tempo.

👀❤👀

Penso que aquela pedra mudou drasticamente o rumo de minha vida. Não sei se para melhor ou pior ...


Tudo que eu queria era me inserir no convívio com os irmãos mais velhos.  Já que eu vivia na casa de meus avós,  até então.

No entanto,  fui recebida por alguns como um peso a mais, por outra, como um objeto curioso e, por outro, como algo a ser dominado e escravizado.

Quem dera eu tivesse essa visão naquela época.  Teria evitados dissabores por mais de 43 anos.

Explico.

Há mais de 7 anos sofro com as dores na face por causa de uma pedra que ele atirou com o badoque em direção à minha cabeça.

 Claro que ele disse para eu sair da frente sob ameaça. Todavia jamais me passou pela mente que ele teria coragem de atirar.

Pois bem, o filho/irmão  mais velho da casa atirou a pedra com o badoque direto no meu rosto. Sem avaliar que eu poderia ficar cega por seu momento de explosão emocional e de afirmação de masculinidade.

O desdobramento desse acidente persiste até hoje. Quero acreditar que finalmente consegui a cura após 7 anos me submetendo a diversos tratamentos para sanar os dentes atingidos,  bem como recuperar os ossos destruídos por incontáveis infecções na região.

Essa violência masculina, observo, se reproduz de infinitas maneiras, dentro das sociedades essencialmente  machistas  da atualidade.

Seja por meio de preconceito sobre a capacidade feminina para assumir competentemente as tarefas até então realizadas só por homens.  Seja dentro de um relacionamento homem/mulher, quando ele resolve utilizar o sentimento como meio de dominação da mulher.

Perdemos todos, ao agir desse modo. O homem perde a companhia de uma mulher absolutamente  confiante e entregue ao amor a ele.

A mulher sofre com o bloqueio do homem amado,  quanto a suas co-responsabilidades em manter saudável a chama do amor.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

🐠🐠🌼🌺🐝

Quando a gente se encontrar, peço que você não se constranja com meu choro convulsivo. Essa é minha reação sempre que passo por momentos de intensa emoção.

Por favor, não confunda minhas lágrimas com as de tristeza, pois há muito, muito mais sentimentos em movimentos dentro de meu peito. De todos,  a certeza de que seu amor está vivo, soberano e ativo reivindicando, a todo instante, o lugar que é seu desde sempre na minha vida.

Não se preocupe que as lágrimas irão parar, vou me levantar do chão,  beijar suas mãos e agradecer por finalmente você ter vindo a mim.

♡nly  y♡u

domingo, 7 de maio de 2017

Ainda sonho com a nossa volta para casa  juntos naquela estrada  do pôr-do-sol, após um dia de trabalho.
Quando não vou precisar esperar que  você me olhe a face, porque, abastecida  de carinho,  nenhuma carência me atormentará mais, nem a você.

♡nly  y♡u


segunda-feira, 1 de maio de 2017


Sinto falta de você.

Eu sei que haverá o dia em que você lerá o que escrevo aqui.

Saiba que, desde que soube de sua existência,  nunca mais me esqueci de você.  Sentir você contemporâneo a mim me traz  uma alegria infinita, que contrasta com a tristeza de não conseguirmos nos entender.

Todo dia, sinto falta  você, num sofrimento tão grande, que ainda não consigo expressar, apenas me deixa estática, esperando minha respiração voltar ao normal e, a partir de então,  que a vida possa continuar com menos dor. ☹😢